Cruzamento Brahman garante qualidade da carne
de 08/08/2013 a 08/08/2013

Indispensável para a pecuária, o cruzamento é uma das maneiras de se alcançar carnes superiores em menor espaço de tempo. Na cruza se busca as características mais importantes de cada raça envolvida, a fim de produzir animais eficientes e produtivos. O objetivo é reunir méritos genéticos de diferentes raças em um único indivíduo, a produção de heterose, vigor híbrido (choque de sangue) ou ainda, a possibilidade de incorporação de material genético desejável de forma rápida.

“A cruza ideal, a que apresenta 100% de heterose, é aquela que une animais de raças zebuínas (ex. Brahman, Nelore, Guzerá) com raças taurinas (ex. Simental, Angus), ou seja, o mais distante possível no grau de parentesco. O cruzamento entre Zebu x Taurinos chega a aumentar em 30% o rendimento de peso, já na desmama. Quando unimos raças Zebuínas entre si, não alcançamos uma heterose tão intensa, mas no caso do Brahman, por este ter em sua composição raças taurinas, falamos em um cruzamento excelente e de resultado superior a qualquer outro cruzamento Zebu x Zebu. Chegamos a um acréscimo de 20% no desempenho o que é também fantástico”, ressalta o médico veterinário Jairo Frare.

Raça atende exigências do mercado

Excelente na engorda e eficiente na reprodução, a cruza Brahman atende as exigências do mercado e está apta a produzir carne e leite em um menor espaço de tempo. A cruzada de Brahman é uma ótima receptora. Há experiências que comprovam machos meio sangue Brahman/Nelore com média de 252 quilos e as fêmeas com 235 quilos. Na F1 com Angus, os machos são desmamados com 268 quilos e as fêmeas com 251 quilos. Os machos confinados são abatidos aos 24 meses e com média de 545 quilos. Já o gado engordado exclusivamente a pasto é abatido aos 30 meses com 530 quilos. Ambos com ótima cobertura de carcaça. As fêmeas iniciam-se na reprodução aos 20 meses (400 quilos). O primeiro parto se dá por volta dos 30 meses e são evidentes: habilidade materna, docilidade, rusticidade. “Nós estamos desmamando o bezerro com 1 arroba a mais comparado aos animais de cruzamento Nelore x Nelore, esse animais estão sendo abatidos também com uma arroba a mais e 2 meses a menos. Por se tratar de um zebuíno, o Brahman é um animal mais rústico, pois ele foi um zebuíno desenvolvido nos EUA para produção de carne, é uma raça especializada em produção de carne”, aponta o médico veterinário Waldomiro Kluska.

Para o médico veterinário Jairo, a cruza Brahman x Taurino, é perfeita, ou seja, 100% de heterose. “Quando cruzamos o Brahman com outras fêmeas cruzadas, por exemplo, um touro Brahman com uma fêmea F1 Simental x Nelore, ou F1 Angus x Nelore, teremos um three cross de altíssima qualidade, que une todos os quesitos de precocidade, qualidade de carne e terminação de carcaça. É uma fábula, por exemplo, cruzar um touro Brahman com fêmeas meio-sangue Simental x Nelore, quando teremos inúmeras vantagens como a fertilidade, rusticidade, qualidade de carne, peso e carcaça”, destaca.

Na questão de produção de leite, o Brahman também se destaca. Quatro mil quilos de leite numa lactação de 305 dias já é dado oficial de lactação de Brahman em controle da ABCZ. Produtores de leite que usam touros Brahman nas suas vacas ou as inseminam com eles, percebem o potencial dos bezerros, que nascem com mais agilidade, crescem mais sadios e com a venda de machos e fêmeas buscam reposição com menor custo.