Escritor mineiro lança livro que conta história do Brahman no Brasil
de 06/08/2014 a 06/08/2014

O zootecnista mineiro José Otávio Lemos lançou durante a Expozebu, no mês de abril, em Minas Gerais, o livro “Brasil com Brahman”. O evento aconteceu na Casa do Brahman, sede da Associação dos Criadores de Brahman do Brasil. A obra é o segundo livro do mineiro sobre a raça. O primeiro foi “O Brahman no Brasil”.  Formado pela Faculdade de Zootecnia de Uberaba, Jose Otávio é também pós graduado na mesma faculdade em Julgamento de zebuínos e tem outras pós graduações em outros centros universítários, como a FGV, a UFL e a Uniaraxá. É autor de outras publicações, como “Nelore, a raça forte”, “Brasil com Brahman” e “ Histórias contadas pelo vovô”.  Foi eleito para ocupar a cadeira nº 5 da Academia de Letras do Triângulo Mineiro.  Para o agropecuarista paranaense Rogério Stein, a obra é indispensável para quem deseja conhecer melhor a raça que está revolucionando a qualidade da carne mundial. \"Como grande conhecedor do zebuíno, Zé Otávio conferiu uma visão humana e pessoal à raça Brahman, que está muito bem retratada neste histórico livro”, afirma Stein, que esteve presente no lançamento da publicação.

José Otávio teve seu primeiro contato com a raça em 1985, quando foi estagiar como zootecnista nos EUA e se deparou com um Brahman, filho de touros brasileiros. A partir daí, passou a se interessar pelo zebuíno, participando de reuniões e eventos relacionados ao tema. “No mesmo ano, estive em uma reunião no Paraguai, na qual a delegação brasileira não aprovava a entrada da ABBA (American Brahman Breeders Association) na Comzebu (Confederação Mundial do Zebu), com a alegação de que o Brahman não tinha padrão racial definido. No mesmo ano, a Comzebu foi desfeita e foi fundada a Ficebu (Federação Internacional dos Criadores de Zebu), que aceitou a entrada da ABBA e fez o padrão racial”, conta.

O autor é há muitos anos ligado à agropecuária. Já ocupou os cargos de conselheiro técnico e diretor da ACBB (Associação dos Criadores de Brahman do Brasil), conselheiro técnico da raça Brahman na ABCZ (Associação Brasileira de Criadores de Zebu), além de julgar exposições no Brasil e no exterior. “Também tive a oportunidade de fazer conferências em dois congressos mundiais sobre a raça, que é a zebuína mais espalhada pelo mundo”, conta. “Depois, de viver intensamente a raça dentro e fora do Brasil, achei que era o momento de trazer algo novo, e que servisse para nós, brasileiros, e até para criadores de outros países”, afirma José Otávio.

O LIVRO

O Brahman entrou no Brasil, oficialmente, em 1994. A primeira exposição da raça foi em Londrina. E de lá para cá, a expansão foi grande. É hoje o zebuíno de maior crescimento populacional, quando comparado o mesmo período que está no Brasil em relação a de qualquer outra raça. No livro, o autor destaca diversos fatores sobre a raça, como, por exemplo, o fato de apesar de o Brahman não ser brasileiro de nascimento, ter sido feito principalmente com genética zebuína importada do nosso país. José Otávio traz outros dados importantes sobre a composição da raça, afirmando que não há Krishna Valley, como raça, na formação do Brahman. “Foi elaborado com Nelore, Gir e Guzerá. Teve Indubrasil? Sim. Mas Indubrasil também é Gir, Guzerá e Nelore. Então, se houver uma quarta raça importante presente no Brahman é o Sindi, pois os primeiro Brahman registrado no mundo. em 1924, era filho de Sindi”, afirma o escritor.

O livro é uma preciosa fonte de informações sobre a raça que está revolucionando a qualidade da carne no Brasil e leitura obrigatória para os criadores e admiradores. Pode ser adquirido direto com o autor, através do emailjol@jolmultiple.com pelo telefone (34) 3333-0484.